O MERCADO PARA CONSULTORES INDEPENDENTES DEVE AMADURECER MAIS RÁPIDO COM O COVID-19

  • O MERCADO PARA CONSULTORES INDEPENDENTES DEVE AMADURECER MAIS RÁPIDO COM O COVID-19

    O mercado para consultores parece estar meio complicado neste momento.

    Mas, na realidade, a situação é muito diferente.

    O mercado para consultores empresariais independentes pode estar mais aquecido do que você imagina.

    Há tempos já ouvimos falar de uma tendência de mudança do formato de trabalho atual, e aí vem a pergunta que não quer calar.

    O que temos feito a respeito disso?

     

    Criada na década de 40, a CLT sofreu pouca alteração até os dias de hoje.

    Fazendo um paralelo com modelos de negócio criados nessa mesma época e trazendo à nossa atualidade as mudanças foram muito bruscas.

    O que vemos é que não existe uma sincronia na evolução desses dois temas, tão relevantes e interdependentes.

    Como era o mercado para consultores independentes?

    Preciso de um emprego fixo - Vantagens e Desvantagens?

     

    Consideramos que a carreira de um consultor é promissora.

    Mas por quê?

    Se antes existiam “ensaios” de formato de trabalho de home office, com uma parcela muito tímida de empresas dispostas a “correr os riscos” por não ter o seu colaborador debaixo das suas asas, também acredito que formatos alternativos de trabalho, antes podendo ser vistos até com certo preconceito, podem se tornar a bola da vez.

    E veja bem, enxergo isso pontuando vários argumentos:

     

    Modelo de trabalho CLT

    Comecei esse texto falando sobre esse ponto.

    As empresas, os modelos de negócio, as necessidades dos clientes mudaram completamente e o formato de trabalho permanece o mesmo (CLT).

    Alguma coisa deve estar errada nesse contexto tão dispare.

     

    Motivadores profissionais

    Os motivadores pessoais e profissionais de um funcionário na década de 50 foi se alterando significativamente nas décadas seguintes e chegamos a 2020.

    O que fez sentido para ele lá atrás hoje já não faz mais.

    Ele atualizou o chip!

    Um dos exemplos é se ele quer emprego fixo ou se deve abrir o próprio negócio.

    Hoje ele busca mais flexibilidade, autonomia e independência para utilizar todo o seu potencial produtivo e criativo.

     

    A disponibilidade financeira das empresas nesse momento pós COVID-19

    Embora as empresas estejam aderindo ao movimento de NÃO DEMISSÃO nesse exato momento, é difícil pensar que elas voltem a operar como operavam num passado muito recente.

    As necessidades vão continuar a existir, porém ela pode agora estar mais disposta a resolver problemas pontuais com uma mão de obra também pontual.

    Um profissional com expertise vai custar caro para a empresa contratar por tempo indeterminado.

    Talvez pelo pouco fôlego financeiro que ela tenha nesse momento e do receio de se comprometer a longo prazo seja mais assertivo endereçar soluções através de um consultor empresarial.

    O consultor se compromete com o projeto, que tem começo, meio e fim, metodologias já testadas e bem sucedidas e entregáveis concretos.

    Um projeto de consultoria empresarial pode se iniciar aqui.

     

    Então, como será que ficará o mercado para consultores independentes?

    Como falamos no tópico anterior, sabemos que é difícil conformar-se de que em 2 ou 3 meses as empresas voltem a operar no mesmo formato, com o mesmo número de pessoas, sem ter feito ajustes nos seus processos.

    Voltaremos sim ao “normal”, porém será um “novo normal”.

    O normal a que nos referimos será talvez a nossa liberdade de ir e vir – um dos benefícios de ser um consultor independente – mas todo o resto terá uma outra configuração.

    Portanto, neste novo contexto muitas empresas e pessoas terão que quebrar alguns paradigmas.

    Dentre esses paradigmas talvez o de que um profissional independente pode endereçar problemas e contribuir muito satisfatoriamente com soluções para demandas pontuais.

    Inclusive, você pode fazer tudo isso de uma forma que você goste e seja feliz.

    Em meio a isso tudo, colocando todos esses pontos dentro de uma mesma cesta, enxergamos que o aporte de conhecimento e mão de obra do consultor independente será muito bem vindo e potencializará de forma rápida a sua entrada e atuação nesse novo cenário.

    Se antes resistíamos a fazer mudanças muito bruscas, hoje talvez isso se torne uma necessidade.

    E você pode começar a fazer isso evitando muitos erros iniciais.

    E corrigindo para algo que faça mais sentido nesse contexto – mudança não, mas sim, evolução.

    E você, tem alguma outra contribuição? Ou discorda de nós?

    Divida com a gente, vamos ampliar esse arsenal e fazer com que cada vez mais os profissionais sintam-se confortáveis e confiantes diante dessa escolha.

    Lembrando que o Clube da Consultaria foi criado justamente para ajudar aquelas pessoas que querem se tornarem consultores empresariais, compartilhando experiências, aprendizados, erros, acertos, ferramentas e muito mais.


0 comentário

Deixe uma resposta